sexta-feira, 29 de março de 2013

''180 o filme''– 33 minutos que mudarão sua opinião sobre aborto



ADVERTÊNCIA: este filme contém cenas fortes. Recomenda-se discrição e cabe aos pais ou responsáveis decidir se crianças devem ou não assisti-lo.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Exortação à santidade, ao amor fraternal e ao trabalho



I TESSALONICENSES 4

1 Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus que, como aprendestes de nós de que maneira deveis andar e agradar a Deus, assim como estais fazendo, nisso mesmo abundeis cada vez mais.

2 Pois vós sabeis que preceitos vos temos dado pelo Senhor Jesus.

3 Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição,

4 que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra,

5 não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus;

6 ninguém iluda ou defraude nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.

7 Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação.

8 Portanto, quem rejeita isso não rejeita ao homem, mas sim a Deus, que vos dá o seu Espírito Santo.

9 Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que se vos escreva, visto que vós mesmos sois instruídos por Deus a vos amardes uns aos outros;

10 porque certamente já o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a Macedônia. Exortamo-vos, porém, irmãos, a que ainda nisto abundeis cada vez mais,

11 e procureis viver quietos, tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo mandamos,

12 a fim de que andeis dignamente para com os que estão de fora, e não tenhais necessidade de coisa alguma.

13 Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança.

14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.

15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem.

16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.

18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.



segunda-feira, 25 de março de 2013

Quando penso que estou fraco, sou forte




II Co 12:9, 10.

Grandes homens do mundo pensaram que eram fortes: Imperadores, reis e governantes, ídolos da música, famosos, milionários.
Hittler tentou dominar o mundo, mas suicidou-se.
Sadan Hussein, tirano, morreu enforcado pelo seu próprio povo e sua estátua foi derrubada.
Jimy Hendrix, considerado o maior guitarrista do mundo, morreu asfixiado por seu próprio vômito, devido a uma overdose.
John Lennon, disse que os Beatles era mais conhecido do que Jesus Cristo e morreu esfaqueado na porta de seu prédio, por um de seus fãs.
Alguns milionários morreram sozinhos, sem herdeiros ou herdeiros disputando suas fortunas.

A fraqueza humana é algo complexo:
Envolve sentimentos, experiências, modo de vida, expectativas de realizações, etc...
Paulo traz uma revelação impensável, um paradoxo, uma contrariedade...
Ele conhecia suas fraquezas, seus problemas, suas dificuldades, seus pensamentos.
Cá entre nós, também temos dificuldade e fraquezas.
Só Deus sabe os seus pensamentos, seus sentimentos...
Às vezes bancamos o forte, mas dentro de nós há tanta fraqueza.
Muitas vezes somos ”Forte como um menino” * (*Louvor de Alessandra Samadello).
- Um pequeno Davi com a arma frágil em punho, diante de um gigante...

Pedro pensou que era forte, puxou a espada e cortou a orelha de Malco... Como você é fraco, Pedro!

Reconheça suas limitações, enxergue suas dificuldades, mas não pare de buscar a Deus!
Desde pequenos ouvimos: homem não chora, mulher tem que ser lutadora, não se pode desistir.
Mas, quantas vezes choramos? quantas vezes cansamos de lutar? Quantas vezes desistimos?
Pedro, mais uma vez, pensa que é forte, tenta andar sobre as águas e começa a afundar...

Jesus disse para jejuarmos e orarmos. Jejum nos traz esse sentimento de fraqueza...
Oração, dependência de Deus...
Não temos direção própria, não somos donos de nossa própria vida...
Precisamos Dele. Sem mim, nada podeis fazer, disse Jesus.
Cristo pareceu fraco ao ser crucificado, mas é o FORTE, pois venceu a cruz, venceu a morte e ressuscitou.
Nele somos fortes. Sem Ele nada somos, mas em Cristo somos mais do que vencedores!
Os fortes desse mundo, sem Cristo, vão ter uma eternidade sem Deus e sem salvação,
Eu e você mesmo com nossas fraquezas, em Cristo, temos lugar no céu.

Ministração:
Você chora? É fraco? Será consolado, será fortalecido no Senhor e na força do seu poder...
POSTADO POR ALTEMAR ROCHA
DO MINISTÉRIO ROCHA EM CRISTO

Os deveres dos mais velhos e jovens, humildade e vigilância

1 Pedro 5

1 Aos anciãos, pois, que há entre vós, rogo eu, que sou ancião com eles e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e participante da glória que se há de revelar:

2 Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, não por força, mas espontaneamente segundo a vontade de Deus; nem por torpe ganância, mas de boa vontade;

3 nem como dominadores sobre os que vos foram confiados, mas servindo de exemplo ao rebanho.

4 E, quando se manifestar o sumo Pastor, recebereis a imarcescível coroa da glória.

5 Semelhantemente vós, os mais moços, sede sujeitos aos mais velhos. E cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.

6 Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;

7 lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.

8 Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;

9 ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo.

10 E o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de haverdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, confirmar e fortalecer.

11 A ele seja o domínio para todo o sempre. Amém.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Os falsos mestres, seu caráter, obras, e justo castigo




II Pedro capítulo 2

1 Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.

2 E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade;

3 também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita.

4 Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo;

5 se não poupou ao mundo antigo, embora preservasse a Noé, pregador da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;

6 se, reduzindo a cinza as cidades de Sodoma e Gomorra, condenou-as à destruição, havendo-as posto para exemplo aos que vivessem impiamente;

7 e se livrou ao justo Ló, atribulado pela vida dissoluta daqueles perversos

8 (porque este justo, habitando entre eles, por ver e ouvir, afligia todos os dias a sua alma justa com as injustas obras deles);

9 também sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar para o dia do juízo os injustos, que já estão sendo castigados;

10 especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas concupiscências, e desprezam toda autoridade. Atrevidos, arrogantes, não receiam blasfemar das dignidades,

11 enquanto que os anjos, embora maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor.

12 Mas estes, como criaturas irracionais, por natureza feitas para serem presas e mortas, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,

13 recebendo a paga da sua injustiça; pois que tais homens têm prazer em deleites à luz do dia; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em suas dissimulações, quando se banqueteiam convosco;

14 tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecar; engodando as almas inconstantes, tendo um coração exercitado na ganância, filhos de maldição;

15 os quais, deixando o caminho direito, desviaram-se, tendo seguido o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça,

16 mas que foi repreendido pela sua própria transgressão: um mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta.

17 Estes são fontes sem água, névoas levadas por uma tempestade, para os quais está reservado o negrume das trevas.

18 Porque, falando palavras arrogantes de vaidade, nas concupiscências da carne engodam com dissoluções aqueles que mal estão escapando aos que vivem no erro;

19 prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção; porque de quem um homem é vencido, do mesmo é feito escravo.

20 Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro.

21 Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado.

22 Deste modo sobreveio-lhes o que diz este provérbio verdadeiro; Volta o cão ao seu vômito, e a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal.