quinta-feira, 25 de abril de 2013

Compaixone-se - Compassion



O álbum Compaixone-se está disponível no Itunes:http://goo.gl/TBlp2r

Direção: Alyson Montrezol
Edição e finalização: Leandro Prado
Produção: Phanton Films
Música: Grito Por Amor
Gravado nos estúdios Canção Nova em Cachoeira Paulista-SP
============
Site: www.compassion.art.br
Facebook: www.facebook.com/compassionoficial
Twitter: @bandacompassion
E-mail: contato@compassion.art.br

Compassion é:
Vocais: Lucas Freitas e Thaíse Weber
Baixo: Guilherme Barcelos
Teclados: Lucas Salles
Guitarra: Renan Weber
Bateria: Lucas Alcantara

quinta-feira, 18 de abril de 2013

5 Opções para os que estão procurando uma igreja bíblica - Tim Conway (Português)


As pessoas nos perguntam o que fazer se eles não têm uma boa igreja no lugar onde eles moram. Essas pessoas que estão procurando uma igreja verdadeiramente bíblica têm basicamente cinco opções: Não fazer nada; Procurar uma boa igreja onde moram; Plantar uma igreja onde moram; Buscar reformar a igreja onde estão; Se mudar para onde exista uma boa igreja.

http://illbehonest.com/portuguese/5-o...

English: 5 Options For Those Looking For a Biblical Church

domingo, 14 de abril de 2013

Tudo Igual?


Uma canção composta no último dia do ano de 2012. Um convite a reflexão: Será que realmente queremos viver o novo ou se tudo permanecer igual já está bom para nós?
Assista, reflita e compartilhe com quem você ama!!!

Letra e Música: Paulo César Baruk
Direção e Edição: Jonathan Nemer
Roteiro: Paulo César Baruk

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Eu vejo



Música: Eu vejo
De: Carlos Eduardo (Carlos Max)

é tarde, eu vejo a vida passar
eu vejo o tempo correr
eu vejo o mundo sofrer

é tarde, quando não se quer mais lutar
quando não se quer mais viver
quando só se sabe perder

nunca é tarde para se arrepender
mudar sua vida e querer
um novo rumo tomar

novos caminhos,
novas histórias,
tudo real
só pra você,
só pra você,
só pra você
só pra você

novos caminhos
novas histórias
tudo real
só pra você,
só pra você,
só pra você
só pra você

novas conquistas
novas vitórias
tudo real
só pra você
só pra você
só pra você

novos caminhos
nova história
tudo real
só pra você
novas conquistas
novas vitórias
tudo real

novos caminhos
(só pra você)
novas vitórias
(só pra você)
novas conquistas
(só pra você)
tudo real
(só pra você)

A VERDADEIRA RELIGIÃO (TIAGO 1:27)


“A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo.” (Tiago 1:27 )

CUIDADO COM OS POBRES E NECESSITADOS (AMAR O PRÓXIMO)



Tiago menciona sobre o cuidado pelos irmãos e também podemos dizer, por todas as pessoas do mundo que estão passando por necessidades.
O auxílio material ao nosso próximo é dever de todo aquele que segue a Cristo e revela o amor genuíno que o próprio Senhor nos ensinou e nos deu.
Achar que a ação social é compromisso somente dos governantes, é ser omisso e também uma desculpa fajuta para não auxiliarmos muitos que estão até mesmo dentro de nossas igrejas.



Nunca devemos virar às costas ao aflito e necessitado, pois estaríamos contrariando os princípios da Palavra de Deus:
” O que oprime o pobre insulta àquele que o criou, mas o que se compadece do necessitado o honra.”(Pv 14:31)
“recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres; o que também procurei fazer com diligência.”(Gl 2:10)
“Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?”(1 Jo 3:17)

Não devemos viver um evangelho “fantasioso” e “egoísta”, onde o que interessa é o nosso bem estar e a busca desenfreada pelas coisas materiais.

SEPARAÇÃO DA CORRUPÇÃO DO MUNDO



Também, é necessário que o cristão se conserve santo diante de Deus, afastando-se das práticas e costumes do mundo.
Pois muitos tem vivido numa “liturgia espiritual”, onde as práticas do mundo já fazem parte da sua vida e não se decidem se querem os tesouros eternos ou continuar do jeito que estão:
“Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.” (Gl 6:14)
Vivem dentro das igrejas, mas no mundo não conseguem ser “diferentes”, pois ao invés de influenciar as pessoas e levar a mensagem de Cristo às mesmas , já foram “tragadas” pelo sistema corrupto e imoral que domina o mesmo.
“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (1 Jo 2:15-17)

Portanto, o amor e o cuidado com o próximo deve ser acompanhado de uma atitude radical contra o mundanismo, tanto dentro da igreja como na vida pessoal de cada cristão que deseja praticar “a religião pura e imaculada diante de Deus”.



A Forma Bíblica de Governo Civil



Uma breve análise da Bíblia e seus princípios mostrarão que ela tem diretrizes para todas as áreas da vida. Isso inclui o governo civil? Deus está preocupado com a estrutura e os princípios dos sistemas políticos, assim como está com as famílias? Ou, Deus deixou a área do sistema político para o homem desenvolver de acordo com as necessidades de uma era particular, para satisfazer os desejos de um povo particular? Ou, a Bíblia reivindica “neutralidade” em certas áreas da vida, deixando o homem criar suas próprias diretrizes?

Por exemplo, existe um sistema econômico cristão? Ou, o estudo da economia é um empreendimento neutro? A Bíblia estabelece diretrizes na área da ciência? Existem certas leis na criação que Deus estabeleceu para ordenar o universo? É possível desenvolver um sistema educacional a partir da Escritura? Os fatos educacionais têm algum significado se não estiverem relacionados com Deus e Sua Palavra? Pode alguém ser realmente “educado” se Cristo não está no centro de sua vida, dando significado a todos os fatos e experiências? Existem mandamentos que concernem às questões de negócios?

A Bíblia ensina claramente que Jesus é Senhor e que Seu senhorio se estende sobre todas as instituições da sociedade, incluindo a família, economia, ciência, educação, e para esse tudo, o governo civil. Não existe nenhuma esfera da sociedade onde o senhorio de Jesus Cristo possa ser ignorado. Quando os sistemas políticos governam, eles o fazem de acordo com um sistema de lei. Isso é inevitável. Não pode existir um sistema de lei neutro. “Deve ser reconhecido que em qualquer cultura, a fonte da lei é o deus dessa sociedade” (R. J. Rushdoony, Institutes of Biblical Law, p. 4). Se o homem é a fonte das leis da sociedade, então o homem é o deus dessa sociedade. Se a sociedade ignora os princípios governamentais que Deus estabelece em Sua Palavra, então esta sociedade está competindo com o Senhor de toda a criação. Mas a Escritura é clara: Deus não compete com a sua criação: “E reconhecerão que só tu, cujo nome é SENHOR, és o Altíssimo sobre toda a terra” (Sl. 83:18). Deus não compartilha Sua glória com nenhum homem, sociedade ou sistema político. “Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura” (Isaías 42:8; 48:11).

Existem muitos que diriam que a Bíblia não tem nada a ver com a assim chamada esfera secular. A Bíblia é útil para questões espirituais, mas não para questões independentes de governo civil, lei, economia, política e ciência. Os tempos mudaram e a Bíblia é um livro antiquado. Assim dizem muitos em nossos dias. Mas o cristão tem o dever de seguir o único Rei verdadeiro e os mandamentos do Seu reino. Quando Seus mandamentos falam sobre governo civil, devemos obedecer. A. A. Hodge, o grande teólogo de Princeton do século XIX, disse o seguinte sobre o dever cristão de obedecer a Jesus Cristo em todas as áreas da vida, incluindo o governo civil:

Um cristão tem obrigação de obedecer a vontade de Deus no mais secular de seus negócios diários, tanto quanto em seu quarto [em oração], ou na mesa de comunhão. Ele não tem direito de separar sua vida em duas esferas, e reconhecer códigos morais diferentes em cada uma respectivamente – dizer que a Bíblia é uma boa regra para o Domingo, mas essa é uma questão do dia-a-dia semanal; ou que as Escrituras são a regra correta em questões de religião, mas essa é uma questão de negócios ou política. Deus reina sobre tudo, em todo lugar. Sua vontade é a lei suprema em todas as relações e ações. Sua Palavra inspirada, fielmente lida, nos informará de sua vontade em toda relação e ato da vida, secular bem como religioso; e o homem é um traidor que recusa andar nisso com cuidado meticuloso. O reino de Deus inclui todos os lados da vida humana, e é um reino de justiça absoluta. Ou você será um súdito leal ou um traidor. Quando o Rei chegar, como te encontrará?
(A. A. Hodge, Evangelical Theology, pp. 280-281).

Negar que existe um sistema bíblico de governo civil é dizer que Deus não tem nenhum padrão de retidão e justiça nessa área crucial. Se homens e nações podem selecionar o sistema de governo civil que desejam, o homem se torna supremo e Deus se torna subordinado aos desejos do homem. Como um sistema de governo civil poderia ser avaliado, se o sistema é arbitrário desde o princípio? Se um grupo de cidadãos desiludidos desejasse derrubar o primeiro governo arbitrário, que padrão de justiça os proibiria de fazê-lo? Se um sistema de governo criado pelo homem é legítimo, então se segue que todos os sistemas governamentais criados pelo homem também o são. Aqueles que têm os meios, o poder e a influência são os que dominam. Porque tudo da vida deve refletir o caráter de Deus, devemos esperar que o governo civil reflita o Seu caráter também. Dois sistemas de governo civil opostos não podem ser corretos. Somente a Bíblia pode ser o nosso guia em determinar o que é correto. As experiências da história e os desejos dos homens são de pouca conseqüência, se não têm o apoio ou não refletem o sistema de governo civil delineado na Escritura. “À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva” (Isaías 8:19-20).

Sumário

“Todo governo político, quer no nível local ou municipal, regional ou estatal, nacional ou federal, deriva em última instância sua autoridade, não do consentimento do governado (assim diz Jefferson), mas do prazer do Altíssimo (assim diz a Escritura). Não estamos dizendo que os governos políticos não devem consultar o povo; mas sim que a autoridade do poder humano em última análise vem do Deus acima, e não do governo abaixo. Pois ‘o Altíssimo, tem domínio sobre o reino dos homens e a quem quer constitui sobre ele’ (Daniel 5:21)” (Francis Nigel Lee, “Power, Government and State”, Man and His Culture, p. 67).

Autor: Gary DeMar (God and Government – volume 1 p. 79-81 e 87.)
Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto
Fonte: Monergismo

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Vou voar


Clipe do musical de Páscoa de Igreja Batista do Passo D'Areia. 
Música "Vou Voar"

sábado, 6 de abril de 2013

O que a ciência descobre a bíblia já falava a milhares de anos



Biografia:
Adauto J. B. Lourenço recebeu o seu Grau de Bacharelado em Física -- Maio 1990. Minors: Matemática e Ciência da Computação. Tem também mestrado em Física, na área de matéria condensada (interações de energia entre superfícies metálicas e gases), através da Clemson University, Carolina do Sul, EUA, em Dezembro de 1994.Durante os seus estudos de mestrado, o Prof. Lourenço planejou, dirigiu e executou mais de 450 horas de pesquisas no Max Planck Insitut für Strömungsforchung, Alemanha.

Também realizou pesquisa cooperativa com o departamento Submicrom do Oak Ridge National Laboratory (E.U.A.), onde planejou, dirigiu e executou mais de 350 horas de pesquisa na área de nano tecnologia (microscopia de força atômica, STM e AFM) em conjunto com equipe da NASA.O Prof. Lourenço é membro da American Physics Society e da Sigma-Pi-Sigma Society of Physics. Também lecionou por três anos em Física Aplicada na Clemson University (Clemson, EUA), três anos em cursos de Computação Gráfica no Greenville Technical College (Greenville, EUA) e quatro anos na área de Informática Aplicada no Centro Unisal Dom Bosco (Americana, SP).

Atualmente, ele está envolvido com um projeto da FAPESP na pesquisa para avaliação de equipamento anticorrosão, desenvolvendo ensaios para o IPT da USP e DEMa da UFSCar.

A grandeza de Deus



Pra mim este homem é um exemplo e a prova de que a sabedoria científica comprova a grandeza e a veracidade de Deus, ao contrário do que muitos dizem, ''que a ciência e a fé não podem andar juntas'', pelo contrário, a fé completa e responde onde a ciência não pode ir , e a ciência usa coisas que para nós são grandes, mas para Deus as grandes coisas não existem, pois a escala de Deus é inconcebível para nós......basta olhar o céu e ver a quantidade de estrelas, e Deus conhece todas , uma por uma.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Ação e graça pela esperança da salvação/exortação à santidade

I PEDRO 1

Prefácio e saudação

1 Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos peregrinos da Dispersão no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia.

2 eleitos segundo a presciência de Deus Pai, na santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas.


3 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,

4 para uma herança incorruptível, incontaminável e imarcescível, reservada nos céus para vós,

5 que pelo poder de Deus sois guardados, mediante a fé, para a salvação que está preparada para se revelar no último tempo;

6 na qual exultais, ainda que agora por um pouco de tempo, sendo necessário, estejais contristados por várias provações,

7 para que a prova da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo;

8 a quem, sem o terdes visto, amais; no qual, sem agora o verdes, mas crendo, exultais com gozo inefável e cheio de glória,

9 alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas.

10 Desta salvação inquiririam e indagaram diligentemente os profetas que profetizaram da graça que para vós era destinada,

11 indagando qual o tempo ou qual a ocasião que o Espírito de Cristo que estava neles indicava, ao predizer os sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir.

12 Aos quais foi revelado que não para si mesmos, mas para vós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho; para as quais coisas os anjos bem desejam atentar.

13 Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos oferece na revelação de Jesus Cristo.

14 Como filhos obedientes, não vos conformeis às concupiscências que antes tínheis na vossa ignorância;

15 mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento;

16 porquanto está escrito: Sereis santos, porque eu sou santo.

17 E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor durante o tempo da vossa peregrinação,

18 sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais,

19 mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo,

20 o qual, na verdade, foi conhecido ainda antes da fundação do mundo, mas manifesto no fim dos tempos por amor de vós,

21 que por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de modo que a vossa fé e esperança estivessem em Deus.

22 Já que tendes purificado as vossas almas na obediência à verdade, que leva ao amor fraternal não fingido, de coração amai-vos ardentemente uns aos outros,

23 tendo renascido, não de semente corruptível, mas de incorruptível, pela palavra de Deus, a qual vive e permanece.

24 Porque: Toda a carne é como a erva, e toda a sua glória como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor;

25 mas a palavra do Senhor permanece para sempre. E esta é a palavra que vos foi evangelizada.





terça-feira, 2 de abril de 2013

Exortação ao arrependimento e promessa de perdão




OSÉIAS 14


1 Volta, ó Israel, para o Senhor teu Deus; porque pela tua iniqüidade tens caído.

2 Tomai convosco palavras, e voltai para o Senhor; dizei-lhe: Tira toda a iniqüidade, e aceita o que é bom; e ofereceremos como novilhos os sacrifícios dos nossos lábios.

3 Não nos salvará a Assíria, não iremos montados em cavalos; e à obra das nossas mãos já não diremos: Tu és o nosso Deus; porque em ti o órfão acha a misericórdia.

4 Eu sararei a sua apostasia, eu voluntariamente os amarei; porque a minha ira se apartou deles.

5 Eu serei para Israel como o orvalho; ele florescerá como o lírio, e lançará as suas raízes como o Líbano.

6 Estender-se-ão as suas vergônteas, e a sua formosura será como a da oliveira, a sua fragrância como a do Líbano.

7 Voltarão os que habitam à sua sombra; reverdecerão como o trigo, e florescerão como a vide; o seu renome será como o do vinho do Líbano.

8 Ó Efraim, que tenho eu com os ídolos? Sou eu que respondo, e cuido de ti. Eu sou como a faia verde; de mim é achado o teu fruto.

9 Quem é sábio, para que entenda estas coisas? prudente, para que as saiba? porque os caminhos do Senhor são retos, e os justos andarão neles; mas os transgressores neles cairão.