quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A glória da segunda casa



O senhor nos diz para não desistirmos, para continuarmos fazendo o que agrada aos seus olhos, pois ele vê nosso esforço e sabe o quanto é difícil vivermos neste mundo.
Ele melhor do que ninguém sabe nossos limites e nos promete riquezas infindáveis se formos fiéis, não só material, mas espiritual, e assim sua paz assim reinará em nossos corações com a certeza de que estamos realmente fazendo a sua vontade. Se desprenda das memórias saudosistas e pare de sentir saudades do que já passou, porque ele nos promete que a glória da segunda casa será maior do que a primeira.
Deus te abençoe.

(Carlos Eduardo)

A desobediência de Saul

Saul acumulou desobediência sobre desobediência, no relacionamento com o Senhor. Como resultado, o Senhor o puniu, retirando dele o apoio divino. O profeta Samuel deixou bem clara a coerência da postura divina: “O glorioso Deus de Israel não mente, nem muda de ideia. Ele não é um ser humano e, por isso, não se arrepende” (I Samuel 15:29).

A explicação de Samuel deve ser aceita como definitiva. Nenhum líder bíblico ostenta uma biografia tão longa e tão profunda de conhecimento de Deus e de obediência ao Senhor. Ao conscientizar o rei Saul da sua crescente atitude de desrespeito à orientação divina, Samuel não atribui a Deus a decadência do primeiro rei do povo hebreu. Ao afirmar que o Senhor “não se arrepende”, o profeta enfatiza um princípio bíblico: “Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá” (Gálatas 6:7).

Os textos bíblicos foram escritos para ajudar os leitores humanos a conhecer ao Senhor. Não será de estranhar, portanto, encontrarmos na Bíblia expressões como “as mãos do Senhor”, “o coração do Senhor”, “a ira do Senhor” – são termos humanos, tentando nos dizer que o Senhor ajuda, que sente, que desaprova. Reduzir Deus às características humanas é uma postura que contraria a transcendência e a infinitude do Senhor. Deus não se arrepende.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Manipulação genética-brincando de Deus



Animais humano Híbridos estão sendo criados em laboratórios em todo o planeta você sabia? Os cientistas de todo o mundo estão criando animais humanos extremamente bizarros.

Ao longo da última década tem havido
alguns avanços deslumbrantes na capacidade de modificação genética
Hoje é verdadeiramente possível para estudantes universitários criarem uma nova espécie, felizmente as leis não possibilitam um ritmo
maior com esses avanços ainda, porém em muitos lugares há muito poucos
limites sobre o que os cientistas estão autorizados a fazer
neste campo.

Esses animais humanos-híbridos são extremamente assustadores
estão sendo mantidos e criados nos laboratórios em todo o planeta
e este é apenas o material de vídeo que pode ser
mostrado publicamente.

Você pode imaginar os tipos de experimentos doentios que
estão ocorrendo nos cantos escuros desses laboratórios secretos que
ninguém sabe nem que existem,
ou o que aconteceria se essas criaturas fugissem para a vida selvagem,
iniciando assim uma superpopulação?

Até que ponto poderíamos controlar isso?
Seria quase impossível, com certeza.

Cientistas parecem muito ansiosos para testar os
limites do que é possível para a ciência e suas novas tecnologias
que estão desencadeando uma catástrofe que poderá ter
conseqüências desastrosas que nenhum de nós jamais sonhou em ver.
Eu sou Apocalipse total, confira também nosso blog:

http://apocalipseverdadetotal.blogspot.com.br/

Matéria e informações Extraídos e adaptadas de :
Science journal forced retract article lining

Science journal forced retract article lining

Valores Espirituais e Valores Suínos


Mateus 8:34 - E eis que toda aquela cidade saiu ao encontro de Jesus e, vendo-o, rogaram-lhe que se retirasse dos seus termos. 

Chegando à região de Gadara, pela primeira vez Jesus enfrenta demônios e os expulsa de dois homens, que moravam em um cemitério. O Mestre deu permissão e os demônios, ao deixar os homens, entraram em porcos do lugar, os quais correram para o “lago e se afogaram”. “Então, todos os moradores daquela cidade saíram para se encontrar com Jesus e, quando O encontraram, pediram com insistência, que fosse embora da terra deles” (Mateus 8:34). O anticlímax não poderia ser descrito de forma mais dramática. Aos a descrição muito vívida do sofrimento de dois endemoniados, cidadãos de Gadara, obrigados a viver no cemitério da região, pensar-se-ia que a cura de ambos seria festejada por todos. “Aleluia: duas pessoas sofridas encontraram, finalmente, sua cura e libertação. Obrigado, Jesus!”. Só que nada disso aconteceu. A cura de dois cidadãos custou a morte de muitos porcos. Assim, forçados a escolher entre a vida econômica da região e a vida saudável de dois conterrâneos, os “moradores da cidade” ficaram do lado da economia. E expulsaram Jesus...
Que é que vale mais? A saúde dos cidadãos ou a fábrica local, que dá empregos e envenena o ar? Um sistema que possibilite pais e mães terem mais tempo juntos com a família, ou um regime de trabalho exigente, que afaste todos os familiares mas garanta um alto nível de consumismo? O que vale mais? A cultura dos bens e do prazer, ou a cultura de Jesus Cristo, que expulsa os demônios de nossa sociedade possessiva?

Pr. Olavo FeijóPastor Olavo Feijó, nascido em 1930, é Bacharel em Teologia pelo Seminário do Sul, licenciado em Pedagogia pela UERJ, Mestre em Educação Cristã e Doutor em Educação, pelo Southwestern Seminary, Estados Unidos, e Pós-Doutor em Psicologia Desportiva, pela Universidade de Maryland, Estados Unidos. Professor Titular de psicologia, especialista em Percepção e Motivação. Foi pastor no Brasil e nos Estados Unidos. Consultor de relacionamentos humanos. Autor e co-autor de vários livros. Foi professor no Seminário Batista do Sul do Brasil e em universidades no Brasil, Estados Unidos, Paraguai e Chile. Casado com a psicoterapeuta Dra. Cristina Feijó.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

.: O que pensa Deus sobre o aborto?

.: O que pensa Deus sobre o aborto?: Hoje sem querer me deparei com um debate em uma rádio na internet sobre o aborto, onde uma médica discutia o assunto com internautas, e e...