sábado, 14 de junho de 2014

Deus Usa Quem Ele Quer, Onde E Como Quer

O assunto acima muitas vezes não é entendido simplesmente pelo anglo que se olha, mas vamos tentar explicar claramente pela Palavra de Deus.

Deus, (a Santíssima Trindade) foi o Criador de todas as coisas que há no céu e na terra, tudo enfim, Paulo fala sobre isso em (Colossenses 1:16) “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele”. E em (João 1:3) diz o seguinte: “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez”. Sendo Ele Criador de todas as coisas, todas as coisas lhe estão sujeitas e submissas à Sua vontade, isso em consonância com a Sua Palavra.

Na Bíblia encontramos Deus usando não só pessoas, como os profetas, apóstolos e outros, mas também encontramos usando aves, peixes, e até pessoas estranhas que viviam no meio de Seu povo como veremos a seguir:
Usou corvos para sustentar o Profeta Elias, (1 Reis 17:4) “E há de ser que beberás do ribeiro; e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem”.

Usou uma jumenta para falar com o falso profeta Balaão, (Números 22:28 e 30) “Então, o SENHOR abriu a boca da jumenta, a qual disse a Balaão: Que te fiz eu, que me espancaste estas três vezes? (...) E a jumenta disse a Balaão: Porventura, não sou a tua jumenta, em que cavalgaste desde o tempo que eu fui tua até hoje? Costumei eu alguma vez fazer assim contigo? E ele respondeu: Não”.

Usou um peixe para salvar Jonas o profeta que Lhe desobedecera, (Jonas 1:17) “Deparou, pois, o SENHOR um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe”. Examine ainda o que diz em (Jonas 2:10) “Falou, pois, o SENHOR ao peixe, e ele vomitou a Jonas na terra”.

Usou uma viúva para sustentar o Profeta Elias, (1 Reis 17:9) “Levanta-te, e vai a Sarepta, que é de Sidom, e habita ali; eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente”.

Usou um etíope para salvar o Profeta Jeremias tirando-o do calabouço, (Jeremias 38:7, 9 e 10) “Ouviu, pois, Ebede-Meleque, o etíope, um eunuco que, então, estava na casa do rei, que tinham metido a Jeremias no calabouço. Estava, porém, o rei assentado à Porta de Benjamim.(...) Ó rei, senhor meu, agiram mal estes homens em tudo quanto fizeram a Jeremias, o profeta, lançando-o no calabouço; decerto, morreria de fome no lugar onde se acha, pois não há mais pão na cidade. Então, deu ordem o rei a Ebede-Meleque, o etíope, dizendo: Toma contigo daqui trinta homens e tira Jeremias, o profeta, do calabouço, antes que morra”. 

Ordenou ao rei Ciro, da Pérsia a construir uma casa ao Senhor em Jerusalém (Esdras 1:2 e 3) “Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O SENHOR, Deus dos céus, me deu todos os reinos da terra; e ele me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que é em Judá.Quem há entre vós, de todo o seu povo, seja seu Deus com ele, e suba a Jerusalém, que é em Judá, e edifique a Casa do SENHOR, Deus de Israel; ele é o Deus que habita em Jerusalém”. 


Usou o rei Artaxerxes para que Neemias fosse levantar os muros de Jerusalém, (Neemias 2:18) “Então, lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável, como também as palavras do rei, que ele me tinha dito. Então, disseram: Levantemo-nos e edifiquemos. E esforçaram as suas mãos para o bem”.

Deus é soberano Ele age como quer com quem e onde quiser.  

Ele quer nos usar em Sua obra, o que tens feito para Deus em tua vida? Na obra de Deus temos que ser voluntários, porém Ele usa aquele que se prontifica hoje estamos na graça. Ele não obrigará a ninguém trabalhar, mas se Ele mandar não recuse suas ordens. Se calarmos as pedras clamarão, (Lucas 19:40) “E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão”. Amigo, reconheça que precisas fazer algo a Deus enquanto podes, reconheças que és um pecador e faças como o Profeta Isaias que ao reconhecer, confessou seu pecados e foi perdoado (Isaias 6:5 a 8) “Então, disse eu: ai de mim, que vou perecendo! Porque eu sou um homem de lábios impuros e habito no meio de um povo de impuros lábios; e os meus olhos viram o rei, o SENHOR dos Exércitos! Mas um dos serafins voou para mim trazendo na mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; e com ela tocou a minha boca e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e purificado o teu pecado. Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim”.

Apenas com os versículos acima justifica o titulo da matéria, ainda há muitos outros. 

Podes dizer envia-me a mim? Deus quer te usar em Sua obra. 

Creia em Cristo, leia a Bíblia.
.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Jesus Cristo: Cordeiro de Deus, Leão de Judá

 Os filósofos em todos os tempos sempre buscaram desvendar as questões da vida humana. Sempre tentaram encontrar a verdade que esclarecesse todos os mistérios. Depois de milênios tentando achar a resposta na natureza, desistiram dizendo que essa verdade universal não existe. O problema é que eles não buscaram a resposta na fonte correta. A natureza só consegue dizer que o Deus que a criou é grande, poderoso, sábio e perfeito. Para seguir além, somente pelas páginas da Bíblia.

A Bíblia exibe a Verdade, Jesus Cristo, em todas as páginas. Ele é a resposta, a razão de todas as coisas, em quem todas as coisas convergem. Para ele são todas as coisas. Jesus Cristo é o centro da Bíblia e do universo. Ele é o Verbo criador em Gênesis; é a sarça, a nuvem e a chama de fogo que guiou o povo no deserto; é o Príncipe dos Exércitos do Senhor em Josué; é o Tabernáculo, o Rei dos Reis, o Profeta. Dele falaram todos os profetas bíblicos e todas as cerimônias, inclusive o próprio templo, apontavam para ele. Ele é aquele que nasceu de forma humilde em Belém, da virgem Maria, gerado pelo Espírito Santo, nasceu sem pecado e viveu em perfeita obediência à lei de Deus revelada em sua Palavra. Os sinais que ele realizava, bem como seu ensino precioso atestavam a todos que ele era o Messias prometido, o Filho de Deus. Ele é a expressão exata do Ser de Deus, “sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder” (Hb 1.3).

Em Apocalipse, a sua descrição é impressionante pela precisão e caráter. Ele é o Cordeiro de Deus, aquele que esteve morto, mas reviveu. Ele é o “Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”. Cordeiro, porque ele é aquele servo manso e humilde de coração que oferece descanso para a nossa alma (Mt 11.29). É o Cordeiro que levou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores. O castigo que nos trouxe a paz estava sobre ele (Is 53). Ele é o Deus que se fez carne e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou sendo obediente até à morte, e morte de cruz” (Fp 2.7,8). Mas ele também é o Leão da tribo de Judá, o que foi exaltado e recebeu um nome que está acima de todo nome. Ele é aquele que tem a força, o Deus Forte prometido em Isaías 9.6. Ele é o Adonai, que vence seus inimigos e os coloca debaixo dos seus pés (Sl 110.1). Jesus Cristo é o Leão de Judá porque ele é forte vencedor e está à direita do Pai para interceder pelos seus. Ele é o cavaleiro sobre um cavalo branco, que é vencedor. Ele é aquele que triunfou sobre as potestades e principados, despojando-os na cruz do Calvário (Cl 2.15). Ele é o Leão forte que nos garante a vitória final, aquele que recebeu toda a autoridade no céu e na terra (Mt 28.18).

Jesus Cristo é o centro de todas as coisas. Ele deve estar no centro de nossa adoração. Ele é o Mediador e precisa estar no centro de nossas orações. Em Cristo também vivemos como igreja, sendo seu corpo. Que todos nos concentremos na majestade e na glória do nosso Rei, Profeta e Sacerdote, do nosso Salvador e Senhor Jesus Cristo, para que sua glória seja conhecida e crida por todos os que estiverem ao nosso redor, ao nosso alcance. Levante você também esta bandeira. Jesus Cristo: o Cordeiro de Deus, o Leão de Judá. Que Cristo esteja no centro de nossa vida agora e sempre.

Pr. Charles